segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

(2018/003) O fim?

Sim senhores, é o fim! Não em definitivo espero, mas com certeza será um tempo muito longo e sem aportes, na realidade parte do patrimônio será delapidado, explico.
Alguns posts atrás quando estava divagando sobre maneiras de aumentar minha renda comentei que, além do patrimônio que publico aqui no blog, há um fundo de reserva que a minha senhora e eu temos em conjunto aplicado para compra do aperto próprio, digo, apartamento próprio. O que isso tem a ver?Chegarei lá.
Como também dito anteriormente trabalho no setor privado, e tenho a infelicidade de ter um "chefe tetinha" como dito na blogosfera em geral, um cara muito chato diga-se de passagem mas que sempre relevei. Não mais! Digamos que eu fiz como o pobreta queria fazer quando chegasse à IF! Claro que não cheguei ao ponto de cagar em cima da mesa do cara kkkk Mas fiz o que devia ser feito, forcei minha demissão! 
Se estou preocupado? Não, esse fundo pode pagar minhas contas com folga por pelo menos 3 anos.
Em conversas com minha digníssima, que me incentivou a chutar o balde pois via o estresse mental que eu estava, ela concordou que é a hora de investir na carreira solo e usar essa grana do apto até as coisas se ajeitarem.
Sim, eu vou trabalhar para mim e vou aproveitar também o tempo livre para estudar para concursos! O problema é que não terei mais aportes tão cedo e por isso encerro hoje as atividades deste recém nascido blog, espero em breve voltar e aportar com vigor!
Não vou excluí-lo pois como disse pretendo voltar, e também pretendo seguir comentando/aprendendo no blog dos camaradas que incentivaram a entrar nessa vida de frugalidadexinvestimentos.
Aos poucos mas valorosos leitores, meu muito obrigado pelo apoio e incentivo recebido nesse breve espaço de tempo! Até lá!

O último a sair apague a luz por favor!

Abraço!

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

(2018/002) Plano de ação 2018

E aí pessoal, tudo bem?

Nesse post aqui eu deixei registrado, de maneira bem superficial, meus objetivos para 2018.
Passado os momentos de festa é chegada hora de colocar em prática um plano de ação para que eu possa atingir as metas estipuladas. Esse é um dos momentos mais importantes na consecução das nossas conquistas. Senão vejamos:


  • FINANCEIRO:

    1) OBJETIVO: R$ 18.000,00

    2) AÇÕES: Frugalidade nível hard + Aportes

    3) RECURSOS: conta exchange + banco + internet

    4)PRAZO: 31/12/2018

    Considerações: No campo financeiro eu estipulei chegar ao fim do ano com um patrimônio de R$ 18.000,00. Tendo em vista que no último fechamento o meu patrimônio estava avaliado na casa dos 7k e que em geral meus aportes são de 1k/mês acredito que esse objetivo possa ser alcançado facilmente.
    A frugalidade foi acionada ao nível extremo, basicamente a minha rotina do dia é casa/trabalho/casa, já cortei em todas as frentes possíveis. Estou tentando fazer alguns trabalhos por fora para ganhar uma receita extraordinária, até agora nada mas seguirei tentando.
    Considerando que meu objetivo é relativamente fácil, eu poderia aplicar o dinheiro em CDB/TD etc e o tempo faria o resto do trabalho, mas não! Em 2018 eu vou pro combate!
    Como pretendo investir o dinheiro aportado? Esse ano eu decidi perder o medo e entrar no mundo das criptomoedas, sim sou mais um dos chimpas que vai investir nisso sem saber (quase) nada. Basicamente eu vou fazer como o resto dos meus investimentos, comprarei as criptos e deixar mofando por tempo indeterminado. Vamos ver no que vai dar.
    Os recursos que preciso para investir o dinheiro nas criptomoedas será, contas em exchanges e banco, conexão com internet e conhecimento. Logo, tenho tudo isso menos o conhecimento, mas estou começando a estudar mais sobre o assunto. Por ser um investimento relativamente novo e desconhecido para mim, assusta um pouco mas estou disposto a isso.
    Espero ver esse resultado alcançado até o final de 2018
  • VIDA, SAÚDE, COTIDIANO

    1) OBJETIVO: Realizar mais atividades físicas, diminuir horas de sono para aproveitar melhor o dia, melhorar a qualidade dos alimentos consumidos

    2) AÇÕES: Dormir 6h/dia. Alimentação saudável, Atividades físicas

    3) RECURSOS: Disposição

    4) PRAZO: 01/04/18

    Considerações: Não existem muitas considerações a se fazer nesse objetivo.
    Nas atividades físicas o que me mata é a preguiça, até quebrar a barreira do ostracismo existe uma grande batalha, muito melhor ficar de boas no sofá do que correr na rua. Diga-se de passagem que eu gosto de correr, mas somente nos finais de semana, quero tornar este um hábito diário, mas para isso preciso ter mais disposição.
    Tenho conseguido reduzir minhas horas de sono para 6h/dia com certa facilidade.
    Com relação a alimentação mais uma vez entra a preguiça, muito melhor ir na lanchonete da esquina do que preparar uma batida de frutas ou comer uma salada, certo? Preciso acabar com esse "gatilho" de chegar em casa e comer porcaria.
    Ou seja, para eu atingir esse objetivo o que falta mesmo é vergonha na cara, por isso ele tem um prazo menor.
  • EDUCAÇÃO, QUALIFICAÇÃO, CONHECIMENTO

    1) OBJETIVO: Iniciar MBA/Pós + Ler 10 livros no ano

    2) AÇÕES: Matrícula, ler

    3) RECURSOS: Financeiros + disposição

    4) PRAZO: Livros: mensal / MBA: segundo semestre 2018

    Considerações: Com relação a este objetivo temos aqui um desejo e uma necessidade. Desejo por conhecimento e necessidade de tornar meu currículo mais competitivo.
    Com relação a leitura, esse é um objetivo relativamente fácil. O MBA é outra história muito em parte pelo que comentei aqui, a famosa questão das chamadas "uniesquinas" vs "faculdade pica cara", eu sou uniesquineiro e queria dar um UP no currículo com um diploma de renome, eu acho uma bobagem mas infelizmente é dessa maneira que o mercado se comporta! Para isso preciso de recursos, não irei comprometer meus aportes, por isso vamos ver no que vai dar o projeto criptomoedas 2018, por isso o prazo desse objetivo é o segundo semestre mesmo.
  •  BLOGOSFERA

    1) OBJETIVO: Manter o blog ativo

    2) AÇÕES: Duas ou  mais publicações/mês

    3) RECURSOS: Tempo + Criatividade

    4) PRAZO: Mensal

    Considerações: o blog é uma ferramenta que eu gosto muito pois permite que eu me mantenha sempre focado no objetivo maior (IF) e acho bacana a relação de amizade/aprendizado que rola na blogosfera, por isso o desejo de manter sempre ativo este blog por tempo indeterminado. Vou pesquisar como colocar uns GIF legais etc para melhorar a qualidade das postagens, e procurarei escrever nos momentos que tiver com mais tempo para poder passar conteúdos com mais qualidade para quem estiver disposto a ler. E espero figurar logo nos rankings!!! (uma pena que o Mestre dos Centavos vai precisar abandonar a publicação no blog dele mas agora vou pleitear uma vaga na fila de espera do Jovem de Sucesso)


Eu que não gosto de textão acabo de fazer um, por isso vou parar por aqui.

Abraço!

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

(2018/001) Atualização patrimonial - Fechamento DEZ/2017: R$ 7.049,45 (+ 0,80%)

Primeiro postagem do ano! Mais uma publicação expressa!

Salve confrades, tudo bem com vcs? Passado os festejos de fim de ano o que sobra? Para o brasileiro comum, contas. Não foi diferente comigo, janeiro chegou e com ele veio os impostos à pagar de início de ano, anuidade do conselho de contabilidade e uma ou outra cidra de maçã do reveillon e o resultado é... Aporte R$ 0,00 😢

Espero que todos tenham aproveitado bem o fim de ano, eu passei com a minha família graças a Deus, fazia um bom tempo que não os via, moro em  uma cidade longe deles já faz um tempo. Poderia ter ficado em casa e ter usado essa grana pro o aporte? Poderia, mas com certeza estar rodeado das pessoas que te amam vale cada centavo.

Nada que já não fosse o esperado né, pelo menos o patrimônio aumentou graças aos rendimentos do CDB e valorização das minhas ações da Comgás e Itaúsa (em breve detalho a carteira), a miséria que eu tinha na poupança se juntou ao dinheiro que foi embora para sustentar o Leviatã brasileiro, enfim, pelo menos registramos uma humilde valorização patrimonial de 0,8% o que posso considerar muito bom, afinal eu não aportei nada.


Segue abaixo os valores:





Um abraço!





P.S.: Após ver alguns blogs dos companheiros da blogosfera percebi que o título ideal para postagem seria " DEZ/17" e por isso alterei o título da postagem.... Erros de amador minha gente, desculpa aí!

sábado, 23 de dezembro de 2017

(2017/008) A última do ano

Última postagem do ano! Postagem expressa, exclusivamente para colocar minhas resoluções para 2018, afim de que as promessas não se percam após o último gole de cidra de maçã kkk

Metas para 2018
  • Acabar o ano de 2018 com um patrimônio de no mínimo R$ 18.000,00;
  • Reduzir minhas horas de sono de 8h/dia para 6h/dia;
  • Cuidar da saúde/emagrecer, ter uma vida mais saudável;
  • Ler no mínimo 10 livros;
  • Iniciar MBA/pós;
  • Manter o blog ativo.




Acho que é isso galera, está aí minhas resoluções de fim de ano, algumas são bem ambiciosas (para meus padrões) mas espero cumprir a risca! 
A todos os amigos que estiveram aqui nesse início de blog o meu mais sincero e fraternal desejo de boas festas e um próspero 2018 com muito aumento patrimonial, ações, cdb, bitcoins ou seja lá qual for os investimentos de vocês, mas acima de tudo que todos nós tenhamos muita saúde e paz!

Um abraço!

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

(2017/007) Eu preciso dormir?

E aí irmãos, blza?

A resposta para a pergunta título desta postagem é óbvia, sim, ok. Mas nós precisamos dormir tanto?

"Po**a Contador, você tá querendo poupar até o tempo agora?"
Exatamente, my friend... Tempo é dinheiro!

Tempos atrás estava lendo em um site, e o texto informava que o brasileiro médio passará cerca de 24 anos dormindo. Todo esse tempo dormindo é mais do que o tempo de vida inteiro de muitas pessoas.
Inconformado, decidi colocar mais uma meta à cumprir em 2018: reduzir de 8 para 6 o número de horas dormindo e utilizar esse tempo vago me aprimorando de alguma forma. A redução é pouca eu sei, mas no longo prazo faz uma boa diferença.

Por exemplo, considerando que eu faça isso apenas nos dias úteis em 2018 (seg-sex), teremos:

2018 (dias úteis): 252 dias . 2h = 504 horas 

Agora imagine você, o que 504 horas "a mais" no ano podem fazer na sua vida? Eu pensei bastante nisso e decidi tentar mudar meus hábitos de sono neste ano que se avizinha. Envidarei todos os meus esforços em cumprir esta resolução de fim de ano (acho que vou fazer uma publicação com todas elas antes de 2018 chegar.)

Contador Poupador após vencer o sono


Como falta tempo e sobram planos ainda não decidi como pretendo usar esse tempo extra, mas vou tentar desde agora adaptar meu corpo para que em 2018 eu consiga cumprir esse objetivo. Acredito que não vá ser difícil pois eu tenho uma rotina bem definida de "casa-trabalho-casa-trabalho"então não tem perigo de cair na balada um final de semana e dormir 16 horas no outro dia, o mais difícil talvez seja ter de acordar duas horas antes ou ir dormir duas horas depois, ainda não defini qual vai ser.

Muitas pessoas de sucesso aboliram esse hábito de dormir demais e se deram bem utilizando o tempo extra justamente fazendo isso que eu pretendo fazer, se aprimorando ou sendo mais produtivos, espero entrar nesse seleto grupo de pessoas hiperprodutivas.

Pesquisando mais sobre o assunto li a respeito do chamado sono polifásico e a história de pessoas que conseguiram reduzir o tempo dormindo para 2h/dia, conhecendo meu corpo tenho certeza que essa seria uma missão quase impossível, mas é interessante imaginar como seria bom ter 22 horas disponíveis no dia. Diz que Leonardo da Vinci era adepto do tal sono polifásico para conseguir desenvolver todos os seus projetos, se o cara conseguiu não custa tentar também, certo?

Eis uma lista de coisas que posso/quero fazer mas sempre me considerei "sem tempo":



  • Estudar para os exames de proficiência em língua inglesa: eu me viro bem no inglês mas não sou fluente, ser fluente e "mostrar" que sou fluente com um desses certificados famosos seria bacana para meu currículo
  • Estudar outro idioma: cara, sempre fiquei curioso de quanta coisa boa deve existir nesse mundo para ser lido/visto/ouvido mas que nós nunca vamos saber pela barreira do idioma, já parou pra pensar quanta coisa interessante você poderia fazer se soubesse sei lá, mandarim? E se tu soubesse alemão? Eu penso nisso as vezes, aprender um desses idiomas mais "exóticos" também ia ser uma coisa legal de se fazer com o tempo extra.
  • Estudar para concursos: ir para a carreira pública é legal, paga bem, tem estabilidade mas sempre parei na barreira do tempo. As 500 horas não são muita coisa eu sei, mas já é um começo.
  • Atividades físicas: quem não quer ter um corpo/saúde melhor? Com esse tempo livre poderia ativar uma academia ou mudar meu ritmo de corridas de uma vez por semana para umas 3 ou 4.
  • Ler: eu sou um cara que sempre gostou muito de ler, desde pequeno, a diferença é que quando se vira "gente grande" o tempo para este agradável hábito é drasticamente reduzido, com esse tempo livre eu poderia colocar em dia minhas leituras.
  • Ler sobre finanças: coloquei este separado do anterior pois eu acho que ler sobre finanças mais do que hobby deve ser encarado como uma obrigação por nós que queremos a IF. Já li alguns poucos livros a respeito de finanças pessoais, quero partir agora para os mais "cascudos" os livros de gente grande, saca?
Acho que se eu ficasse o dia todo pensando em coisas que eu gostaria de fazer se tivesse mais tempo essa lista não ia ter fim, então vou deixar nessas aí mesmo, claro que não vou conseguir fazer tudo mas se fizer um item dos citados acima já estarei feliz. Espero que esta não seja apenas mais uma resolução de fim ano.


Um abraço!

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

(2017/006) Aumentando minha renda

Se alguém leu a postagem anterior pode perceber o meu leve murmúrio com relação a minha capacidade de aporte, atualmente eu consigo aportar 1k/mês, é pouco? É pouco, mas já estou melhor do que antes e com certeza melhor do que muita gente que infelizmente ainda convive com o déficit das suas finanças todo mês.
Enfim, pouco ou muito, a realidade é que eu preciso aumentar consideravelmente minha receita afim de que eu possa aumentar o volume dos meus aportes.
Até aí tudo bem, quem não quer ganhar mais? O problema é... Como?



O que? Você achou que eu ia responder? Se eu soubesse não ia ta reclamando aqui hahaha


Mas falando sério, andei pensando em algumas soluções, senão vejamos.

Primeiramente, eu ainda não esclareci, trabalho no setor contábil de uma empresa, portanto ter a renda que eu desejaria atualmente (uns 10k seria o meu "ideal" hoje em 2017) é praticamente impossível, tendo em vista que eu tenho pouco tempo de empresa e meu cargo atual é baixo, e até pelo porte dela que é de pequena para média (mais detalhes das minhas receitas x despesas em breve). Apesar de eu gostar bastante de trabalhar aqui e achar que ela tem potencial de expansão, não vejo a possibilidade de maior crescimento profissional no curto prazo então vamos lá as opções que encontrei.


1) Buscar uma colocação em outra empresa: Ok, seria uma opção se talvez meu currículo fosse melhor, sou formado a pouco tempo em ciências contábeis e a pouco tempo também obtive meu registro no CRC, fora isso meu currículo conta com alguns cursos livres, palestras, nada que encha os olhos então provavelmente procurar outro emprego me levaria a cargos/remunerações semelhantes.


  • Solução, prós, contras e reflexões: Melhorar meu currículo. 
    Na cidade onde moro não existem faculdade "renomadas", tem muitas EaD (com preços acessíveis, mas sempre existe o preconceito) e algumas faculdades locais (caras, penso eu que elas são de qualidade até inferior das ead, mas como tem muita gente daqui formada por elas tem certo prestígio, apenas local). 
    Próximo da minha cidade (leia 3 horas) existe um polo da FGV, até acho que minha chefe me liberaria nos dias em que precisasse ir até lá nas aulas presenciais, mas o custo é bem salgado para meus padrões atualmente, entre o curso/transporte/alimentação acho que gastaria tranquilamente uns 16k, até da pra parcelar mas adeus aporte por pelo menos um ano.


2) Abrir meu próprio escritório: Penso bastante nisso, mas como falei, sou formado a pouco tempo e acho que não tenho bagagem suficiente para tocar um escritório sozinho. Tirando o fato de que existem alguns escritórios bem estabelecidos no mercado, precisaria fazer um estudo mais detalhado se ainda existe margem para novos negócios.

  • Solução, prós, contras e reflexões: A experiência não adianta, vem apenas com o tempo e com cursos, no que se refere a isso estou sempre atento ao calendário de palestras do conselho e busco me informar via notícias/youtube etc. Um MBA ia cair bem também. 
    Não tenho ideia de quanto custa abrir um escritório, preciso levantar esses preços e tudo mais, quando penso nisso fico com receio, é muito difícil ser um empreendedor no Brasil, penso que o valor gasto seria talvez melhor se aplicado em outras fontes de renda.


3) Mudar para o setor público: Das 3 soluções apresentadas confesso que essa é a que mais me interessa, a única maneira de passar a receber um bom salário em início de carreira é o concurso público.

  • Solução, prós, contras e reflexões: Eu sei, passar num concurso não é tão fácil quando muita gente pensa, demandaria muito estudo, principalmente tratando-se dos concursos top de linha tipo AFRFB.
    Quanto ao material, tranquilo,eu tenho um bom curso que adquiri no início do ano mas ainda não estudei de fato. O problema é que para passar num concurso é preciso muito tempo de estudo, eu precisaria ou levar uma vida praticamente de monge e conciliar minhas 10h de trabalho diário e ainda reservar no mínimo umas 5 ou 6 horas para o estudo o que me deixaria com "apenas" 8 horas para comer/beber/cozinhar, ter uma vida social com a família e claro, dormir. Ou a outra solução seria abandonar o emprego e aí viver exclusivamente para o estudo, o que acabaria com meus aportes. 
    Até tenho condições para me manter por um bom tempo me dedicando exclusivamente para os estudos, não comentei ainda mas tenho um fundo que não contabilizei no meu patrimônio pois ele não é exclusivamente meu, é meu e da minha esposa, nós juntamos ali para comprar um imóvel na praia que seria nosso sonho de aposentadoria, em conversas com a minha senhora ela me disse que não se importaria de eu usar esse fundo para digamos, custear nossas vidas até eu ser aprovado, o problema é que eu penso "ok, uso o fundo, me dedico exclusivamente aos estudos por 5 ou 6 anos... Se eu passar beleza, em pouco tempo como AFRFB recupero todo o fundo gasto, agora... E se não passo? Perdi o pouco que tínhamos fora o tempo, e então estaria completamente desatualizado para entrar novamente no mercado.


É, não tá fácil companheiros... E aí o que me dizem? O que vocês fariam? Me ajudem!!!


Um abraço!

sábado, 16 de dezembro de 2017

(2017/005) Atualização patrimonial - DEZ/2017: R$ 6.993,43

Post bem rápido de atualização patrimonial.

Como já deu pra ver esse blog é bem recente, além de tentar me manter motivado na saga em busca de acúmulo de patrimônio, um dos motivos para eu ter criado o blog é por que eu gostaria de participar dos rankings da finansfera, durante muito tempo eu fiquei com um pouco de vergonha de publicar esses valores, afinal eles são bem humildes, mas essa é a minha realidade e aí está, nua e crua para quem quiser ver (espero daqui alguns anos poder olhar o histórico e se Deus quiser com uma supervalorização! Quem sabe a atualização "DEZ/2025" não seja já na casa dos 100 mil? Seria demais!) Tentei utilizar a versão do AdP, mas acho que modifiquei alguma fórmula ou tenho uma versão diferente de excel, deu erro.
Vou postar minha versão bem amadora e no futuro espero evoluir nas ferramentas de controle (Nota mental: fazer curso de excel)

Dez / 2017

É isso aí pessoal, bem curtinho, somente pra mostrar pra vocês meu humilde patrimônio.

P.S.: 1: Fiquei em dúvida se considerava meu carro na composição desta atualização patrimonial, o que vocês me dizem? Até um tempo atrás o valor estava na poupança (esse é um dos resultados da besta consumista que falei aqui).

P.S.: 2:  Apesar desse blog tratar sobre reflexões de trabalho, poupança e frugalidade  eu não sou um grande entusiasta da renda fixa, essa alta porcentagem em CDB me incomada um pouco, pretendo nos próximos aportes aumentar minha exposição em renda variável.

P.S.: 3: Bitcoin, não manjo nada. Alguém pode me dar dica de corretoras? Vejo muita notícia, mas quando vou pesquisar acho muitos sites falando, tenho medo de investir no lugar errado.

P.S.: 4: Preciso aumentar minha receita, aportar 1k/mês é foda =/

P.S.: 5: Só agora que vi que escrevi "popança" kkkkkkkkkkkk por favor ignorem!